Arte

(Alexandre Lemos)

O artista faz a arte como quem quase se atreve
A consertar as linhas tortas onde Deus escreve
O artista olha o pr do sol e v que to bonito
Que o artista pinta o pr do sol pra que o pr do sol seja infinito
O artista faz a arte como quem quase adivinha
Que entre vida e arte no h mais do que uma linha
O artista v a lua que flutua sua frente
E o artista pinta a lua pra que a lua seja sua eternamente
( O artista, quase santo, quase louco, v que o vento
que s o artista pode ver, quase assim um sentimento
que faz o sol brilhar, acorda o mar e pe a Terra em movimento
e o artista sabe, ento, que sua vida recriar esse momento)
O artista faz a arte como quem se denuncia
E assina o prprio crime de orgulho e poesia
Sabendo que, afinal, a escurido ficou pra trs
Transforma o Verbo em arte e, o artista, no morre nunca mais